TEOLOGIA EM FOCO

sábado, 28 de dezembro de 2013

A PREEXISTÊNCIA DE CRISTO


A Bíblia nos ensina que Cristo homem nasceu em Belém da Judéia há quase dois mil anos. Ensina também que Cristo já existia ETERNAMENTE, antes do seu nascimento físico.


I. ANTES DA CRIAÇÃO DO MUNDO

Jo 17.5 Jesus diz: E agora, glorificam-me, ó Pai, contigo mesmo, com a glória que Eu tive junto de Ti, antes que houvesse mundo. v. 24b ... porque me amaste antes da função do mundo.

II. ANTES DE ABRAÃO
Jo 8.58 Jesus diz: Em verdade em verdade Eu vos digo: Antes que Abraão existisse, Eu Sou.


III. É O ALFA E O OMEGA

Ap 1.8 “Eu sou o Alfa e o Omega... o Princípio e o fim”. Alfa e Omega correspondem às letras A e Z do alfabeto grego. Cristo é a razão de ser do início de todas as coisas (sendo Ele mesmo o Criador). Referimo-nos ao fato de que Jesus não teve início, nem terá fim. Não precisamos preocupar-nos com perguntas inúteis como: Quando Cristo começou a existir? Aceitamos sem reservas a explicação dada na Bíblia, porque é a palavra de Deus.

IV. CRISTO O VERBO ETERNO DE DEUS
Jo 1.1 No princípio era o Verbo, e o verbo esta com Deus, e o verbo era Deus. 2 Ele estava no Princípio com Deus.

O Verbo que estava com Deus, João está falando de Jesus como Deus e criador que no princípio estava com Deus. Jesus é o Verbo conforme Ap 19.13 “Está vestido com um manto tinto de sangue, e o seu nome se chama o Verbo de Deus”.

Verbo no Grego quer dizer logos. Logos para João é uma pessoa, que comunica a realidade de Deus aos homens pela sua encarnação. Logos é um verbo de ligação.

Em Jo 1.18 Diz: Ninguém jamais viu a Deus; o Deus Unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou. Esta é uma declaração clara da deidade de Jesus Cristo.

Jo 1.1 No princípio era o Verbo, e o verbo esta com Deus, e o verbo era Deus. 2 Ele estava no Princípio com Deus.


V. CRISTO É IGUAL AO PAI

Jo 10.30 Jesus diz: Eu e o Pai somos um. Jo 14.9 Jesus diz: ... quem vê a Mim vê o Pai. Jo 8.19 Disseram-lhes, pois onde está o Teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a Mim, nem a Meu Pai: se vós me conhecêsseis a Mim, também conhecereis a Meu Pai. Fl 2.6 “Ele, subsistindo em forma de Deus não julgou como usurpação ser o ser igual a Deus. Evidentemente, se Cristo é igual a Deus, compartilhou igualmente da eterna existência de Deus”.


VI. CRISTO É ETERNO DE DEUS


Jesus afirmou que era Deus “eu e o pai somos um”. Novamente os judeus pegaram as pedras para lhe atirar. Disse-lhes Jesus: Tenho vos mostrado muitas obras boas da parte do pai; por qual delas me apedrejais? Responderam-lhe os judeus: “Não é por boa obra que te apedrejamos, e sim, por causa da blasfêmia, pois sendo tu homem, te fazes deus a ti mesmo”. fica, portanto, bem claro que, na mente daqueles que ouviram tal afirmação, não havia qualquer dúvida de que Jesus tivesse dito perante eles que ele era deus. “Mas ele lhes disse: meu pai trabalha até agora, e eu trabalho também”. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que deus era seu próprio pai, fazendo-se igual a deus. (João 5.17-18).

Jesus foi categórico quando disse: “Meu Pai”, e não nosso Pai, fazendo assim uma afirmação de sua relação especial com o Pai.

“Trabalha até agora”, Jesus se coloca em pé de igualdade com as atividades de Deus, e assim justifica o fato de curar no sábado.

– “Eu sou”.
“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, eu sou”. (João 8.58).

Os judeus reconheceram o que Jesus quis dizer e, horrorizados, buscaram apedrejá-lo.

A partir das referências como Êx 3.14, Dt 32.29, Is 43.10, fica claro que essa não é alguma ideia nova que Jesus esteja apresentando. Os judeus estavam bem familiarizados com a ideia de que o Jeová do Antigo Testamento é aquele que é eternamente existente. O que há de novo para os judeus é a identificação dessa expressão com a pessoa de Jesus. A.G. Campbell.

– Jesus tem direito à mesma honra que é prestada a Deus.
“... a fim de que todos honrem o Filho do modo porque honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou". (João 23.24).

– “Conhecer a mim”.
Então eles lhe perguntaram: Onde está teu Pai? Respondeu Jesus: Não me conheceis a mim nem a meu Pai; se conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai". (João 8.19).

– “Crer em mim”.
“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim”. (João 14.1).
“Ele estava destinado à morte, a morte que alcança todos os homens. No entanto, Ele teve a audácia de exigir que fizessem dele um objeto de fé. Ele se fez a chave para a questão do destino e claramente afirmou que o futuro deles dependia da obra dele. Ele prometeu preparar um lugar para eles e retornar para buscá-los”.

– “Quem me vê”.
“Disse-lhe Jesus: Filipe, a tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido Quem me vê a mim, vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”. (João 14.9).

– “Eu vos digo”.
“Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus”. (Mt 5.20-22).
Em vez de repetir a expressão usada pelos profetas, "assim diz o Senhor", Jesus repetia "em verdade, em verdade, eu vos digo".


VII. CRISTO, O CRIADOR

Jo 1.3 Todas as coisas foram feitas por intermédio d’Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. Fica estabelecido que Cristo é Deus, pois Ele é o poderoso Verbo de Deus. Tal fato não contradiz com a declaração de Gn 1.1 “No princípio criou Deus o céu e a terra”. Jesus como Deus eterno estava na criação de Deus.

Podemos ler em Gn 1.26 diz: Também façamos o homem a nossa imagem, e conforme a nossa semelhança... Façamos a nossa... o sujeito é subtendido, e há mais de uma pessoa; Nós façamos, está o Deus Pai, Deus Filho, e o Deus Espírito Santo. Podemos ver mais uma vez a eterna existência de Jesus. Cl 1.16 Paulo diz: “Nele foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio d’Ele e para Ele”.

Hb 1.1,2 diz: “Deus... nestes últimos dias nos falou pelo Filho a quem constitui herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo”.

VIII. CRISTO É DEUS
Jo 8.5 Jesus diz: “Antes que Abraão existisse, Eu sou”. Quando Jesus viveu na terra, sempre esteve consciente que era Deus. O livro de Êxodos nos diz que o nome de Deus é Eu Sou. Como já vimos Jesus e o Pai são um.
Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. (1ª João 5.20 RA).

Jesus afirmou que era Deus.

- “Eu e o Pai somos um”. Novamente os judeus pegaram as pedras para lhe atirar.
Disse-lhes Jesus: Tenho vos mostrado muitas obras boas da parte do Pai; por qual delas me apedrejais?

Responderam-lhe os judeus: “Não é por boa obra que te apedrejamos, e sim, por causa da blasfêmia, pois sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo”.

Fica, portanto, bem claro que, na mente daqueles que ouviram tal afirmação, não havia qualquer dúvida de que Jesus tivesse dito perante eles que ele era Deus.

- “Mas Ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também”.

Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus” (João 5.17-18).

Jesus foi categórico quando disse: “Meu Pai”, e não nosso Pai, fazendo assim uma afirmação de sua relação especial com o Pai.

“Trabalha até agora”, Jesus se coloca em pé de igualdade com as atividades de Deus, e assim justifica o fato de curar no sábado.

- “Eu sou”.

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, eu sou”. (João 8.58).

Os judeus reconheceram o que Jesus quis dizer e, horrorizados, buscaram apedrejá-lo.

A partir das referências como Êx 3.14, Dt 32.29, Is 43.10, fica claro que essa não é alguma ideia nova que Jesus esteja apresentando. Os judeus estavam bem familiarizados com a ideia de que o Jeová do Antigo Testamento é aquele que é eternamente existente. O que há de novo para os judeus é a identificação dessa expressão com a pessoa de Jesus". A.G. Campbell.

- Jesus tem direito à mesma honra que é prestada a Deus.

- “...a fim de que todos honrem o Filho do modo porque honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai que o enviou”. (João 23.24).

- “Conhecer a mim”.

Então eles lhe perguntaram: Onde está teu Pai? Respondeu Jesus: Não me conheceis a mim nem a meu Pai; se conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai". (João 8.19).

- “Crer em mim”.

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim”. (João 14.1).

“Ele estava destinado à morte, a morte que alcança todos os homens. No entanto, Ele teve a audácia de exigir que fizessem dele um objeto de fé. Ele se fez a chave para a questão do destino e claramente afirmou que o futuro deles dependia da obra dele. Ele prometeu preparar um lugar para eles e retornar para buscá-los”.

- “Quem me vê”.

“Disse-lhe Jesus: Filipe, a tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido Quem me vê a mim, vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”. (João 14.9).

- “Eu vos digo”.

“Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus". (Mt 5.20-22).

Em vez de repetir a expressão usada pelos profetas, “assim diz o Senhor”, Jesus repetia “em verdade, em verdade, eu vos digo”.

- Tomé:
“Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!” (Jo 20:28).

- Estevão:
“E apedrejavam a Estevão, que invocava e dizia: Senhor Jesus recebe o meu espírito”. (At 7.59).
Aqui Estevão pede de Jesus exatamente o que Jesus havia pedido a Deus enquanto estava na cruz.

IX. É SENHOR
Alguém que possa ler o Novo Testamento, mas seja incapaz de perceber que Cristo reivindica ser mais do que um homem poderá contemplar o céu ao meio-dia, num dia sem nuvens e não enxergar o sol [Willian Biederwolf]

- Paulo: “Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, e na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai” (Fp 2.9-11).

“Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus”. (Tt 2.13).


X. CRISTO É O FILHO DE DEUS

Jo 17.1 Jesus diz: “Pai, é chegada a hora: glorifica o Teu Filho, para que também o Teu Filho Te glorifique a Ti”. Jo 3.16 Jesus diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

- Pedro: “Mas vós continuou ele, quem dizeis que eu sou?

Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.

Então Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és tu Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai que está nos céus" (Mt 16.15-17).

A importância desta palavra é para que você conheça o poder que existe na pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo. Talvez você não tivesse o conhecimento da preexistência de Cristo, nem da Sua suprema importância. Esta é a razão porque devemos dar só a Ele toda honra, todo o louvor e toda glória.

O mundo hoje vive num caos porque está pedindo de forma errada, fora da palavra de Deus. No livro do profeta Isaías 59.1-2 diz: “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem surdo o Seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós para que não ouça”. O homem fora da palavra de Deus logicamente se encontra em pecado, e em pecado está separado do Senhor. Mas aqueles que estão olhando para Jesus e cumprindo sua palavra tem uma vida totalmente diferente, uma vida de paz, tranquila, serena; porque elas têm depositado toda a confiança somente em Jesus que é ETERNO e CRIADOR.

A Bíblia nos ensina a pedir em nome de Jesus.

Pr. Elias Ribas

pr.eliasribas2013@gmail.com.br




quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

JESUS: O CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS


O ponto auge que podemos chegar é que de fato a Bíblia tem como o centro de todas as coisas a Jesus. Antes os profetas diziam d´Ele como o Messias, o Redentor..... e agora a Igreja o reconhece como Senhor e Salvador. O teólogo Russel Norman Chaplin disse: “Qualquer tentativa de expor de modo breve e completo a identificação, o mistério e os ensinos de Jesus, deve ser vista como algo semelhantemente a tentativa de por o oceano dentro de uma xícara. A grandeza de Jesus, sua subseqüente e vastíssima influencia, e nosso conhecimento relativamente exíguo de sua vida, mistérios e ensinos, de pronto nos colocam em um dilema, porquanto qualquer esforço terá de ficar muito aquém do alvo de uma caracterização adequada da Sua Pessoa. Todo comentário é apenas uma tentativa um pouco mais extensa de caracterizar a Jesus e sua importância...”

Queremos aqui falar de Jesus e do cumprimento profético a Seu respeito. O nome de Jesus esta acima de todo nome, e a expectativa a respeito de sua vinda, é imensa até pelo fato da profecia em Gen. 3.15 (ao mundo) e Dt. 8.15 (para Israel).

“O que devemos compreender é que Jesus não nasceu prematuro, isto é, não veio antes, nem depois, mas no tempo determinado por Deus para que todas as profecias se cumpram no tempo certo”.

Gabriel anunciou a virgem Maria, na cidade de Nazaré por volta de 5 aC. (Lc 1.26-28) depois apareceu a José, também em Nazaré, cinco meses antes do nascimento (Mt1.18-25); Jesus nasceu em Belém, próximo de Jerusalém, 6/ 5 aC. e seu batismo foi no rio Jordão perto de Betania em 26/27 dC. (Mt 3.13-17; Lc 3.21,22).

Estando Jesus em Betania, alem do Jordão, 26/27 dC. Ele fez seu primeiro contato com os discípulos (Jo 1.35-51).

O primeiro milagre ocorreu em Cana da Galiléia (Jo 2.1-11), seu ministério iniciou na Judéia por volta de 27 dC. (Jo 2.13-22), e foi marcado por milagres, parábolas e rejeição do seu povo. Jesus curou um leproso (Mt 8.2-4); ressuscitou a filha de Jairo (Mc. 5.21-43); curou um jovem endemoniado (Mc 9.14-29); curou dez leprosos (Lc 17.11-19), ressuscitou Lazaro (Jo 11.1-44), e sua oposição vinha dos escribas e fariseus (Mc 12.35-37).

Uma equipe rabínica após anos de estudo disse: “As profecias da Bíblia só podem ser cumpridas por uma única pessoa da raça humana”. Baseado em 456 passagens, 558 referências das mais antigas Escrituras rabínica.
Na Bíblia há 109 profecias diferentes em que o messias deve se encaixar. A probabilidade de que 20 destas profecias serem preenchidas por um só homem é de uma para cem milhões de pessoas.
Só uma pessoa na história humana que preenche todas estas profecias; o Seu nome é Jesus de Nazaré! Então vejamos algumas das profecias que garantem suas credenciais como o messias e que se cumpriram na vida de Jesus.

1. SERIA “SEMENTE DE UMA MULHER”
Profecia: Gn 3.15 “E porei inimizades entre Ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente, este te ferirá a cabeça, e Tu lhe ferirás o calcanhar”.
Cumprimento: Gl 4.4 “Mas, vindo à plenitude dos tempos, Deus enviou o Seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei”. Mt 1.20 “Enquanto ponderava nestas coisas, eis que lhe apareceu, em sonho, um anjo do senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito”. Ap 12.5 “Nasceu-lhe, pois, um Filho varão, que há de reger todas as nações com cetro de ferro. E o seu Filho foi arrebatado para Deus até ao Seu trono”.

2. SERIA DESCENDENTE DE ABRAÃO
Profecia: Gn 18.18 “Visto que Abraão certamente verá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra”?
Cumprimento: Mt 1.1 “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão”. At 3.25 “Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra”.

3. SERIA DESCENDENTE DE ISAQUE.
Profecia: Gn 17.19 “Deus respondeu-lhe: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará um filho, e lhes porás o nome de Isaque; com ele estabelecerei minha aliança, aliança perpétua para sua descendência depois dele”.
Cumprimento: Mt 1.2 “Abraão gerou Isaque, Isaque gerou a Jacó, Jacó gerou a Judá e a seus irmãos”. (Lc 3.34).

4. SEIA DESCENDENTE DE JACÓ
Profecia: Nm 24.17 “Vê-lo-ei, mas não agora; contemplá-lo-ei, mas de perto. Uma estrela procederá de Jacó, e de Israel subirá um cetro que quebrará as têmporas de Moabe, e destruirá todos os filhos de Sete”. (Gn 28.14).
Cumprimento: Lc 3.34 “E Judá, de Jacó, e Jacó de Isaque, e Isaque de Abraão, e Abraão, de Terá, e Terá de Naor”.

5. LINHAGEM FAMILIAR DE JESSÉ
Profecia: Is 11.1 “Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo”.
CUMPRIMENTO: LC 3.23-32 “Ora, tinha Jesus cerca de trinta anos ao começar o seu ministério. Era como se cuidava, filho de José, filho de Elí... 32 Davi, filho de Jessé, filho de Obede”.

6. SERIA DESCENTENTE DE JUDÁ
Profecia: Gn 49.10 “O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão da autoridade de entre seus pés, até que venha Silo, e a ele obedecerão os povos”.
Cumprimento: Lc 3.33 “Filho de Aminadabe, filho de Admin, filho de Arni, filho de Esrom, filho de Farés, filho de Judá”. (Mt 1.2,3).

7. SERIA HERDEIRO DE DAVI
Profecia: Is 9.7 “Do aumento do seu governo e paz não haverá fim. Reinará sobre o Trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o fortificar em retidão e justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto”. Jr 13.5 “Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um renovo justo: e, rei que é, reinará, e agirá sabiamente, e executará o juiz e a justiça na terra”. (Is 11.1-5; 2º Sm 7.13).
Cumprimento: Mt 1.1 “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
Lc 1.31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. 32 E este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o Trono de Davi, seu pai”.

8. FILHO DE DEUS
Profecia: Sl 2.7 “Proclamarei o decreto do Senhor: Ele me disse: Tu é meu Filho, Eu hoje Te gerei”.
Cumprimento: Mt 3.17 “E eis uma vós do céu, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo”. (Jo 3.16).

9. NASCERIA NA CIDADE DE BELÉM
Profecia: Mq 5.2 “Mas tu, Belém Efrata, posto que pequeno entre milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”.
Cumprimento: Mt 2.1 “Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, no tempo do rei Herodes, vieram uns magos do Oriente a Jerusalém”. (Lc 2.4,7).

10. A ÉPOCA DE SEU NASCIMENTO
Profecia: Dn 9.25 “Sabe e entende desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até o Ungido, o Príncipe, sete semanas, e sessenta e duas semanas. As praças e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos”.
Cumprimento: Lc 2.2-3 “Naqueles dias saiu um decreto da parte de César Augusto, ordenando que o recenseamento de todo mundo habitado. Este primeiro recenseamento foi feito sendo Quirino sendo o governador”.

11. NASCERIA DE UMA VIRGEM
Profecia: Is 7.14 “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: A virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel”.
Cumprimento: Mt 1.18, 25 “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes que coabitassem, achou-se grávida pelo Espírito Santo”. 25 “Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem o pôs o nome de Jesus”. Lc 1.26 “No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus para uma cidade da Galiléia chamada Nazaré. 27 A uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. 28 E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. 30 Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. 31 Eis que conceberás e dará à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. 32 Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus”.

12. RECEBERIA PRESENTES
Profecia: Sl 72.10 “Paguem-lhe tributos os reis de Társis e das ilhas; os reis de sabá e de sebá”.
Cumprimento: Mt 2.11 “Entrando em casa, viram o menino com Maria sua Mãe. Prostando-se o adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra”.

13. A MATANÇA DOS MENINOS
Profecia: Jr 31.15 “Assim diz o Senhor: Ouviu-se um clamor em Rama, lamentação e choro amargo: Raquel chora a seus filhos, e não se deixa consolar por eles, por que já não existem”.
Cumprimento: Mt 2.16 “Então Herodes, vendo-se iludido pelos magos, irritou-se muito e mandou matar todos os meninos de Belém, e de todos os seus arredores, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos”. (Mt 2.17-18).

14. A FUGA PARA O EGITO
Profecia: Os 11.1 “Quando Israel era menino, eu o amei, e do Egito chamei a meu filho”.
Cumprimento: Mt 2.14 “Levantando-se ele, tomou de noite o menino e sua mãe, e foi para o Egito”. (Mt 2.15).

15. SEU MINISTÉRIO NA GALILÉIA
Profecia: Is 9.1-2 “Mas para os que estavam aflitos não haverá mais obscuridade. No passado ele envileceu a terra de Zebulom, e a terra de Naftali, mas nos últimos enobreceu junto ao caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia das nações. O povo que andava em trevas viu uma grande luz, sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz”.
Cumprimento: Mt 4.12,16 “Quando Jesus ouviu que João estava preso, voltou para a Galiléia. Deixando Nazaré, foi morar em Cafarnaum, cidade situada à beira do mar, na região de Zebulom e Naftali, para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías: Terra de Zebulom, terra de Naftali, caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios – o povo que estava em trevas viu grande luz, e aos que estavam na região da sombra da morte, raio-lhes a luz”.

16. COMO PROFETA
Profecia: Dt 18.15 “O senhor teu Deus te suscitará um profeta como eu, do meio de ti, de teus irmãos. A Ele ouvirás. 18 Suscitar-lhe-eis um profeta do meio dos seus irmãos, semelhante a ti, em cuja boca porei as minhas palavras, e lhes falará tudo o que Eu lhe ordenar”.
Cumprimento: Jo 6.14 “Vendo os homens o milagre que Jesus fizera, disseram: Este é verdadeiramente o profeta que devia vir ao mundo”. Mt 21.10-11 “E, entrando Ele em Jerusalém, toda cidade se alvoroçou, e perguntavam: Quem é este? 11 E as multidões clamava: Este é o Profeta Jesus, de Nazaré da Galiléia”. (Jo 1.45, At 3.19-26).

17. SERIA SACERDOTE COMO MELQUISEDEQUE
Profecia: Sl 110.4 “Jurou o Senhor e não se arrependerá: Tu és sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque”.
Cumprimento: Hb 6.20 “Aonde Jesus, como precursor, entrou por nós, feito Sumo Sacerdote, para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque”. Hb 7.15-17 E mais manifesto é ainda a semelhança de Melquisedeque se levantar outro sacerdote. 16 Que não foi feito segundo a lei do mandamento carnal, mas segundo a virtude da vida incorruptível. 17 “Porque dEle testifica: Tu és sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque”. (Hb 5.5-7; 3.1).

18. SERIA DESPREZADO
Profecia: Is 53.3 “Era desprezado, e o mais indigno o entre os homens, o homem de dores, experimentado no sofrimento. Como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum”. Sl 2.2-3 “Os reis da terra se levantam, e os príncipes conspiram contra, o sacudamos de nós as suas algemas”.
Cumprimento: Jo 1.1 “Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam”. (Jo 5.43;
Lc 4.29; 23.18). Lc 23.18 “Mas toda multidão clamou a uma, dizendo: Fora daqui com este, e solta-nos Barrabás”.

19. CHEIO DO ESPÍRITO E DO CONHECIMENTO
Profecia: Is 11.2 “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito da sabedoria e da inteligência, o Espírito de aconselhamento e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e temor de Deus. 4 Deleitar-se-á no temor do Senhor; Não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreender, a segundo o ouvir dos seus ouvidos”.
Cumprimento: Lc 2.25 “E crescia Jesus em sabedoria, em estatura e em graça para com Deus e os homens”. (Lc 4.18).

20. COMO OPERADOR DE MILAGRES
Profecia: Is 35.5-6 “Então os olhos dos cegos se abrirão, e os ouvidos dos surdos se desimpedirão. Então os coxos saltaram como o cervo, e língua dos mudos cantará”.
Cumprimento: Mt 11.4-5 Jesus disse: “Ide, e anunciai a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem”.

21. COMO PEDRA
Profecia: Is 28.16 “Eis que assentarei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada”.
Cumprimento: At 4.10-11 “Seja conhecido de vós todos, e de todo povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes, e a quem Deus ressuscitou dos mortos, em nome desse é que está são diante de vós. 11 Ele é a pedra que foi rejeita por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina”. 1ª Pe 2.6 “Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a Pedra Principal de esquina, eleita preciosa; e quem nela crer não será confundida”.

22. SUA PREEXISTÊNCIA
Profecia: Mq 5.22 “Mas tu, Belém Efrata, posto que pequeno entre milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”.
Cumprimento: Jo 1.1-2 “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez”. Cl 1.17 “Ele é antes de todas as coisas. Nele tudo subsiste”. (Is 9.6).

23. ELE SERÁ CHAMADO DE SENHOR
Profecia: Sl 110.1 “Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te á minha direita até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés”.
Cumprimento: Lc 2.11 “...hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor”.

24. SERÁ CHAMADO EMANUEL
Profecia: Is 7.14 “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: A virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel”.
Cumprimento: Mt 1.23 “Eis que a virgem conceberá e dará á luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer Deus conosco)”.

25. UNÇÃO ESPECIAL DO ESPÍRITO SANTO
Profecia: Is 11.2 “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor”.
Cumprimento: Mt 3.16-17 “Batizado Jesus, saiu da água, e eis que se lhe abriram os céus e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizias: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo”.

26. TEM DOMÍNIO SOBRE TUDO
Profecia: Sl 8.6 “Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão e sob seus pés tudo lhe puseste”.
Cumprimento: H 2.8 “Todas as coisas sujeitaste debaixo dos seus pés. Ora, desde que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou fora do seu domínio. Agora, porém, ainda não vemos todas as coisas a ele sujeitas”.

27. ZELO PELAS COISAS DE DEUS
Profecia: Sl 69.9 “Pois o zelo da tua casa me consumiu...”.
Cumprimento: Jo 2.15-17 “E disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio. Lembraram seus discípulos de que está escrito: O zelo da tua casa me consumia”.

28. ELE DEVERIA SER PRECEDIDO POR UM MENSAGEIRO
Profecia: Is 40.3 “Vós que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus”.
Cumprimento: Mt 3.1,3 “Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia. 3. Porque este é o referido por intermédio do profeta Isaias: Voz que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas”.
Cumprimento: Mt 3.1-4 “Naquele dia apareceu João Batista, pregando no deserto da Judéia, e dizia: 3 Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus. Porque ele é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas”.

29. MESTRE DE PARÁBOLAS
Profecia: Sl 78.2 “Abrirei os lábios em parábolas e publicarei enigmas dos tempos antigos”.
Cumprimento: Mt 13.3 “E de muitas coisas lhe falou por parábolas e dias: Eis que o semeador saiu a semear...”.

30. DEVIA ENTRAR NO TEMPLO
Profecia: Ml 3.1 “Eis que eu envio o meu mensageiro, que prepara o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o Senhor dos Exércitos”.
Cumprimento: Mt 21.12 “Tendo Jesus entrado no templo, expulsou todos os que ali vendiam e compravam; também derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas”.

31. “PEDRA DE TROPEÇO” PARA OS JUDEUS
Profecia: Sl 118.22 “A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra angular”.
Cumprimento: Mt 21.42 “Perguntou-lhes Jesus: Nunca leste nas Escrituras: A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular; isto procede do Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos?” Ef 2.20 “Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular”.

32. “LUZ” PARA OS GENTIOS
Profecia: Is 60.3 “As nações se ancaminham para a tua luz, e os reis, para o resplendor que te nasceu”.
Cumprimento: Mt 4.16 “O povo que jazia em trevas viu grande luz, e os que viviam na região e sobra da morte resplandeceu-lhes a luz”. (At 13.47- 48; “Porque o Senhor assim no-lo determinou: Eu te constituí para luz dos gentios, a fim de que sejas para a salvação até aos confins da terra”.

33. COMO REI
Profecia: Sl 2.6 “Eu, porém constituí o meu Rei sobre o meu santo monte Sião”.
Cumprimento: Mt 27.37 “Por cima da Sua cabeça puseram escrita a sua acusação: ESTE É JESUS, O REI DOS JUDEUS”.

34. ELE SERIA JUÍZ
Profecia: Is 33.22 “Porque o senhor é o nosso Juiz: o Senhor é o nosso legislador”.
Cumprimento: Jo 5.30 Jesus diz: “Eu nada posso fazer de Mim mesmo; na forma porque ouço, julgo. O meu juízo é justo porque não procuro a minha própria vontade, e, sim, a daquele que me enviou”.

35. ENTRARIA EM JERUSALÉM MONTADO EM UM JUMENTO
Profecia: Zc 9.9 “Alegra-te muito, ó filha de Sião! Exulta, ó filha de Jerusalém! Vê! O teu Rei virá a ti, justo e Salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumento”.
Cumprimento: Jo 12.13 “tomaram ramos de palmeiras, e saíram a seu encontro, gritando: Hosana! Bendito é aquele que vem em nome do Senhor! Bendito é Rei de Israel! 14 Jesus encontrou um jumentinho, e montou nele como está escrito”. Mt 21.7 “Trouxeram a jumenta e o jumentinho. Então, puseram em cima deles as suas vestes, e sobre elas Jesus montou”.

36. TERIA COMPAIXÃO DOS NECESSITADOS
Profecia: Sl 31.9 “Compadece-te de mim, Senhor, porque me sinto atribulado; de tristeza os meus olhos se consomem”.
“Porque ele acode ao necessitado que clama e também ao aflito e ao desvalido”.
Cumprimento: Mt 9.36 “Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor”.

37. SEU NOME SUBSISTE ETERNAMENTE
Profecia: Sl 72 17 “Subsista para sempre o seu nome e prospere enquanto resplandecer o sol; nele sejam abençoados todos os homens, e as nações lhe chamem bem-aventurado”.
Cumprimento: Cl 2.9 “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu o nome que está acima de todo o nome. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o Joelho, nos céus, na terra, e debaixo da terra. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”.

38. LOUVADO PELAS CRIANÇAS
Profecia: Sl 8.2 “Da boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste força, por causa dos teus adversários, para fazeres emudecer o inimigo e o vingador”.
Cumprimento: Mt 21.15-16 “Mas, vendo os principais sacerdotes e os escribas as maravilhas que Jesus fazia e os meninos clamando: Hosana ao Filho de Davi!, indignaram-se e perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e crianças de peito tiraste perfeito louvor?”

39. TEM PRAZER EM FAZERA VONTADE DO PAI
Profecia: Sl 40.7-8 “Então, eu disse: eis aqui estou, no rolo do livro está escrito a meu respeito; agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua lei”.
Cumprimento: Hb10.7 “Então, eu disse: Eis aqui estou (no rolo do livro está escrito a meu respeito), para fazer, ó Deus, a tua vontade”.

40. ZELOSO PELA CASA DE DEUS
Profecia: Sl 69.9 “Pois o zelo da tua casa me consumiu, e as injúrias dos que te ultrajam caem sobre mim”.
Cumprimento: Jo 2.19 “Jesus lhes respondeu: Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei”.

PROFECIAS QUE SE CUMPRIRAM EM UM SÓ DIA

As profecias do Antigo Testamento apresentadas a seguir, que tratam da traição, julgamento, morte e sepultamento de Jesus, foram pronunciadas em diferentes oportunidades por muitas pessoas diferentes, durante os cinco séculos entre 1000 e 500 AC., e, assim mesmo, todas elas se cumpriram literalmente em Jesus num único período de 24 horas.

41. O TRAIDOR É SUBSTITUÍDO
Profecia: Sl 109.4 “Os seus dias sejam poucos, e tome outro o seu encargo”.
Cumprimento: At 1.20 “Porque está escrito no Livro dos Salmos: Fique deserta a sua morada; e não haja quem nela habite; e: Tome outro o seu encargo”.

42. SERIA TRAÍDO POR UM AMIGO
Profecia: Sl 41.9 “Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o calcanhar”.
Cumprimento: Mc 14.10 “Então Judas Iscariotes, um dos doze, foi Ter com os principais sacerdotes, para lhes entregar Jesus”. (Mt 10.41; Mt 26.14-16; Mc 14.43-45).

43. SERIA VENDIDO POR TRINTA PEÇAS DE PRATA
Profecia: Zc 11.12 “Eu lhes disse: Se vos parece bem, aos vossos olhos, dai-me o meu salário; e, se não, deixa-o. Pesaram, pois, por meu salário trinta moedas de prata”.
Cumprimento: Mt 26.14 “Então um dos doze, chamada Judas Iscariotes, indo ter com os principais sacerdotes, propôs: 15 Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E pagaram-lhe trinta moedas de prata”. (Mt 27.3).

44. O DINHEIRO SERIA ATIRADO NA CASA DE DEUS E SERIA USADO COMPRAR O CAMPO DE UM OLEIRO
Profecia: Zc 11.13 “Então, o Senhor me disse: Arroja isso ao oleiro, esse magnífico em que fui avaliado por eles. Tomei as trinta moedas de prata e as arrojei ao oleiro, na casa do Senhor”.
Cumprimento: Mt 27.5 “Então, Judas, atirando para o santuário as moedas de prata, retirou-se e foi enforcar-se. 6 E os principais sacerdotes, tomando as moedas, disseram: Não é lícito deita-las no cofre das ofertas, porque é preço de sangue. 7 E, tendo deliberado, compraram com elas o campo do oleiro, para cemitério de forasteiros”.

45. O TRAIDOR É SUBSTITUÍDO
Profecia: Sl 109.4 “Os seus dias sejam poucos, e tome outro o seu encargo”.
Cumprimento: At 1.20 “Porque está escrito no Livro dos Salmos: Fique deserta a sua morada; e não haja quem nela habite; e: Tome outro o seu encargo”.

46. ABANDONADO POR SEUS DISCÍPULOS
Profecia: Zc 13.7 “Desperta, ó espada, contra o meu pastor e contra o homem que é o meu companheiro, diz o Senhor dos exércitos; fere o pastor, e as ovelhas ficarão dispersa, mas volverei a mão para os pequeninos”.
Cumprimento: Mc 14.49-50 “Todos os dias eu estava convosco no templo, ensinando, e não me prendestes; contudo, é para que se cumpra as Escrituras. Então, deixando-o todos fugiram”.

47. TESTEMUNHAS FALSA ANUNCIARIAM
Profecia: Sl 27.12 “Não me entregues à vontade dos meus adversários, pois contra mim se levantaram falsas testemunhas, respirando violência”. (Sl 35.11).
Cumprimento: Mt 26.59-61 “Ora, os principais sacerdotes e todo o Sinédrio procuravam algum testemunho falso contra Jesus, a fim de o condenarem á morte. E não acharam, apesar de se terem apresentado muitas testemunhas falsas. Mas, por fim, chegaram duas, afirmando: Este disse: Eu posso derrubar o templo de Deus e reedifica-lo em três dias”.

48. PERMANECERIA EM SILÊNCIO QUANDO ACUSARIAM
Profecia: Is 53.7 “Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a sua boca; como cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, Ele não abriu a sua boca”. (Sl 38.14).
Cumprimento: Mt 26.62-63 “E, levantando-se o sumo sacerdote, perguntou a Jesus: Nada respondes aos que estes depõem contra Ti? Jesus, porém, guardou silêncio. E o sumo sacerdote lhe disse: Eu te conjuro pelo Deus Vivo que nos diga se Tu és o Cristo, o Filho de Deus”. (Mt 27.12).

49. SOFRERIA EM NOSSO LUGAR
Profecia: Is 53.4-5 “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; contudo, nós o consideramos como aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”. (Is 53.6,12).
Cumprimento: Mt 8.16,17 “Chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com sua palavra expulsou deles os espíritos e curou a todos os enfermos. Isso aconteceu para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías. Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças”. (Rm 4.25; 1ª Co 15.3).

50. FERIRAM-NO E CUSPIRAM-NO
Profecia: Is 50.6 “Ofereci as costas aos que me feriam e as faces, aos que me arrancavam os cabelos: não escondi o rosto aos que me afrontavam e me cuspiam”.
Cumprimento: Mc 14.65 “Puseram-se alguns a cuspir n’Ele, a cobrir o rosto, a dar-lhe murros e a dizer-lhe: profetiza! E os guardas o tomaram a bofetadas”. (Mt 26.67).

51. SERIA AÇOITADO
Profecia: Is 53.5 “Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”.
Cumprimento: Mt 27.6 “Então, Pilatos lhe soltou Barrabás; e após haver açoitado a Jesus, entregou-o para ser crucificado”.

52. SERIA ESCARNECIDO E INSULTADO
Profecia: Sl 22.6-8 “Mas eu sou verme, e não homem, e desprezado do povo. Todos os que me vêem zombam de Mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor, que o livre. Livre-o pois nele tem prazer”.
Cumprimento: Mt 27.31, 39, 40 “Depois de o terem escarnecido, despiram-lhe o manto e o vestiram com as suas próprias vestes. Em seguida, o levaram para ser crucificado. 39 Os que passavam, blasfemavam dele, meneando a cabeça, e dizendo: 40 Tu, que destrói o templo, e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo! Se és filho de Deus, desce da cruz”. (Mt 27.41-44; Mc 15.29-32).

53. DEBILITADO FISICAMENTE NO DIA DA CRUCIFICAÇÃO
Profecia: Sl 109.24-25 “De tanto jejuar, os joelhos me vacilam, e de magreza vai mirrando a minha carne”.
Cumprimento: Mt 27.32 “Ao saírem, encontraram um Cirineu, chamado Simão, a quem obrigaram a carregar-lhe a cruz”. (Mc 15.21; Lc 23.26).

54. SUAS MÃOS E PÉS SERIAM TRESPASSADOS.
Profecia: Sl 22.16 “Cães me rodearam; o ajuntamento de malfeitores me cercou, trespassaram-me as mãos e os pés”. (Zc 12.10).
Cumprimento: Jo 20.27 “Então Jesus disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo; vê as minhas mãos. Chega a tua mão, e põe-me no lado. Não sejas incrédulo, mas crente”. (Jo 19.37; 20.25-26; Lc 23.33).

55. SERIA CRUCIFICADO COM PECADORES
Profecia: Is 53.12 “Pelo que lhe darei uma porção entre os poderosos, e com os fortes repartirá ele o despojo, porque derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores. Pois ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu”.
Cumprimento: Mt 27.38 “E foram crucificados com ele dois assaltantes, um à direita e outro à esquerda” (Mc 15.27,28; Lc 23.33).

56. ORARIA POR SEUS INIMIGOS
Profecia: Sl 109.4 “Em paga de minha amizade me acusam, mas eu sou homem de oração”.
(Is 53.12).
Cumprimento: Lc 23.24 “Jesus, porém dizia: Pai perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem”.

57. REJEITADO PELO SEU PRÓPRIO POVO
Profecia: Is 53.3 “Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que pe padecer; e como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizeram caso algum”.
Cumprimento: Jo 1.11, 48 “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam”. Jo 7.5 “Pois nem mesmo seus irmãos criam nele. 48 Porventura, creu nele alguém dentre as autoridades ou algum dos fariseus?”

58. SERIA ODIADO SEM MOTIVO
Profecia: Sl 69.4 “Aqueles que me odeiam sem causa são mais que os cabelos da minha cabeça; aqueles que procuram destruir-me, que me atacam com mentiras, são poderosos. Tenho de restituir o que não furtei”. Sl 35.19 “Não se alegrem de mim os meus inimigos gratuitos; não pisquem os olhos os que sem causa me odeiam”. (Sl 109.3-5).
Cumprimento: Jo 15.23-25 “Aquele que me odeia, odeia também o meu Pai. Se eu não tivesse feito entre eles o que nenhum outro fez, não teriam pecado. Mas agora viram, e odiaram a Mim e a meu Pai. Mas é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem motivo”.

59. OUVIRIA PALAVRAS PROFÉTICAS COM ZOMBARIA
Profecia: Sl 22.8 “Confiou no Senhor, que o livre. Livre-o, pois nele tem prazer”.
Cumprimento: Mt 27.43 “Confiou em Deus. Livre-o agora se de fato o ama, pois disse: Sou Filho de Deus”.

60. AMIGOS SE MANTIVERAM À DISTÂNCIA
Profecia: Sl 38.11 “os meus amigos e companheiros afastam-se da minha praga, e os meus parentes ficam de longe”.
Cumprimento: Lc 23.49 “Entretanto, todos os conhecidos de Jesus e as mulheres que o tinham seguido desde a Galiléia permaneceram a contemplar de longe estas coisas”.

61. AS PESSOAS MENEAVAM A CABEÇA
Profecia: Sl 109.25 “Tornei-me para eles objeto de opróbrio; quando me vêem, maneiam a cabeça”.
Cumprimento: Mt 27.39 “Os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça”.

62. OBSERVADO PELAS PESSOAS
Profecia: Sl. 22.17 “Posso contar os meus ossos; eles me estão olhando e encarando em mim”.
Cumprimento: Lc. 23.35 “O povo estava ali e a tudo observava”.

63. OS SOLDADOS LANÇARIAM SORTES SOBRE SUAS VESTES
Profecia: Sl 22.18 “Repartem entre si as suas vestes, e lançam sorte sobre a minha túnica”.
Cumprimento: Mc 15.24 “E eles o crucificaram. Repartindo entre si as vestes dele, lançaram sorte para ver o que cada um levaria”. (Jo 19.24).

64. SOFREU SEDE
Profecia: Sl 69.21 “Por alimento me deram fel e na minha sede me deram a beber vinagre”.
Cumprimento: Jo 19.28 “Depois, vendo Jesus que tudo estava consumado, para que se cumprisse a Escritura, disse: Tenho sede”.

65. DARIAM A ELE FEL E VINAGRE.
Profecia: Sl 69.21 “Deram-me fel por alimento, e na minha sede me deram a beber vinagre”.
Cumprimento: Jo 19.29 “Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja, colocaram-na numa vara de hissope e chegaram-na à sua boca”. (Mt 27.34,48).

66. O GRITO DE ABANDONO
Profecia: Sl 22.1 “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Porque se acham longe de minha salvação as palavras de meu bramido?”
Cumprimento: Mt 27.46 “Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lama sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”

67. ENTREGOU-SE A DEUS
Profecia: Sl 31.5 “Nas tuas mãos entrego o meu espírito; tu me remiste, Senhor, Deus da verdade”.
Cumprimento: Lc 23.46 “Então Jesus clamou em alta vós: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou”.

68. SEU LADO SERIA TRESPASSADO
Profecia: Zc 12.10 “E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas. Olharão para mim, a quem trespassaram, e o prantearam como quem pranteia por um filho único, e choraram amargamente por ele, como se chora pelo primogênito”.
Cumprimento: Jo 19.34 “Contudo, um dos soldados trespassou-lhes o lado com uma lança, e imediatamente saiu sangue e água”.

69. SEUS OSSOS NÃO SERIAM QUEBRADOS
Profecia: Sl 34.20 “Ele lhe preserva todos os seus ossos; sem sequer um deles será quebrado”. (Ex 12.46).
Cumprimento: Jo 19.23 “Mas, chegando-se a Jesus, e vendo-o morto não lhe quebraram as pernas”.

70. TREVAS SOBRE A TERRA
Profecia: Am 8.9 “Sucederá que, naquele dia, diz o Senhor Deus, farei que o sol se ponha ao meio dia e entenebrecerei a terra em dia claro”.
Cumprimento: Mt 27.45 “Desde a hora sexta até á hora nona, houve trevas sobre a terra”.

71. SERIA SEPULTADO NO TÚMULO DO RICO
Profecia: Is 53.9 “Deram-lhe sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiças, nem houvesse engano na sua boca”.
Cumprimento: Mt 27.57-60 “Chegada a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José que era também discípulo de Jesus. Este foi Ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que lhe fosse entregue. E José tomando corpo envolveu-o num pano limpo de linho, e o depositou no seu sepulcro novo, que havia aberto na rocha. Rolou uma grande pedra para a entrada do sepulcro, e se retirou”.

PROFECIAS QUE SE CUMPRIRAM APÓS A SUA MORTE

72. SUA RESSURREIÇÃO
Profecia: Is 16.10 “Porque não deixarás a minha alma no inferno, permitirás que o teu Santo veja corrupção”. (Mt 16.21).
Cumprimento: Mt 28.9 “De repente Jesus lhes sai ao encontro dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram”. (At 2.31; Lc 24.46).

73. SUA ASCENÇÃO
Profecia: Sl 68.18 “Quando subiste ao alto, levaste cativo o cativeiro; recebestes dons dos homens, e até dos rebeldes, para que o Senhor Deus habitasse entre eles”.
Cumprimento: Lc 24.50-51 “Então Jesus os levou para Betânia levantando as mãos, os abençoou. Abençoando-os ele, apartou-se deles e foi elevado para o céu”. (At 1.9).

74. ASSENTADO À DESTRA DE DEUS
Profecia: Sl 110.1 “Disse o Senhor ao meu senhor: Assenta-te á minha direita, até que eu ponha os meus inimigos debaixo dos teus pés”.
Cumprimento: Hb 1.3 “Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se á direita da Majestade, nas alturas” (Hb 12.2).

CITAÇÕES DO ANTIGO TESTAMENTO CUMPRIDAS EM JESUS

1. DEUS É O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, CUJO CONHECIMENTO É INFINITO E CUJA PALAVRA NÃO FALHA

“Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem para que se arrependa” (Nm 23.19).

2. O MESSIAS SERÁ PLENAMENTE RECONHECIDO COM BASE EM SUAS CREDENCIAIS
“... o qual foi por Deus outrora prometido por intermédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras, com respeito a seu Filho, o qual, segundo a carne, veio da descendência de Davi, e foi designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor” (Rm 1.2-4).

3. APELO ÀS PROFECIAS MESSIÂNICAS
“E, começando por Moisés, discorrendo por todos os profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras” (Lc 24.27).

“seguir Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco, que importava se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos” (Lc 24.44).

“Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele”.
“Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir”
(Lc 4.20-21).

4. OS ESCRITORES DO NOVO TESTAMENTO APELAM ÀS PROFECIAS CUMPRIDAS EM JESUS

“Mas Deus assim cumpriu o que dantes anunciara por boca de todos os profetas que o seu Cristo havia de padecer” (At 3.18).

“Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome todo o que nele crê recebe remissão de pecados” (At 10.43).

“Antes de tudo vos entreguei o que também recebi; que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras”(1ª Co 15.3-4).

“Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa, e quem nela crer não será de modo algum envergonhado” (1ª Pd 2.6).

5. O SIGNIFICADO DA PROFECIA PREDITIVA
 Conclui que existe uma mente divina por detrás do Antigo e Novo Testamento.
 Confirma a realidade de Deus.
 Confirma a divindade de Jesus.
 Demonstra a inspiração da Bíblia.

1. Objeção: As profecias foram escritas à época de Jesus ou depois, e, portanto cumprem-se a si mesmas.

Resposta: A Septuaginta, tradução em grego das Escrituras Hebraicas, começou a ser feita durante o reinado de Ptolomeu Filadelfo (285-246 AC). Isto basta para indicar que houve um intervalo de “pelo menos” 250 anos entre o momento das profecias bíblicas serem escritas e o momento de seu cumprimento em Cristo.

2. Objeção: O cumprimento das profecias em Jesus foi uma coincidência, uma obra do acaso.
Resposta: É verdade que algumas dessas profecias podem ser aplicadas em líderes que foram assassinados, como Kennedy, Martin Luther King, e outros. Contudo, uma coisa é descobrir uma ou duas profecias cumpridas em alguém; outra coisa é cerca de setentas profecias se cumprirem numa só pessoa.

De todos os cristos que já passaram neste mundo só um é o verdadeiro, só um é Deus; Jesus o Nazareno. Há mil razões para crermos, pois todas as profecias vaticinadas pelos profetas nos longos anos da raça humana se cumpriram na vida dEle, só Ele ressuscitou e vive. Nem uma profecia, ou algum livro sequer mencionou alguma coisa que se cumprisse na vida de Buda, Hermes, Zoroastro e Orfeu; e se formos visitar suas sepulturas, encontraremos seus restos mortais. Mas a sepultura de Jesus está vazia porque Ele ressuscitou e vive para todos os sempre. Amem!

Peter Stoner usou os cálculos científicos da probabilidade para ver a possibilidade de dez ou Setenta profecias se cumprirem em Cristo por acaso.

Ele tomou as seguintes profecias acerca do Messias:

 Nascerá em Belém.
 Será precedido por um mensageiro.
 Entrará em Jerusalém montado num jumento.
 Será traído por um amigo.
 Será vendido por 30 moedas de prata.
 O dinheiro da traição será atirado na casa de Deus.
 Compra do campo do oleiro pelo preço da traição.
 Ficará mudo perante seus acusadores.
 Suas mãos e pés serão traspassados.
 Será crucificado com ladrões.

A probabilidade dessas profecias se cumprirem num só homem até o dia de hoje é de um em 10, isto é, uma em 100 trilhões. Esta probabilidade pode ser ilustrada da seguinte maneira: Forra-se todo o estado do Texas com 60 centímetros de espessura de moedas de 1 dólar. Marque uma delas e a misture bem em todas as demais. Ponha uma venda nos olhos de um homem, diga-lhe que pode ir onde quiser e apanhar uma moeda, aquela que foi marcada. A probabilidade dele apanhar a moeda certa é de um em cem trilhões. Agora a chance de 70 profecias se cumprirem num só homem é de 10.

Pr. Elias Ribas
pr.eliasribas2013@gmail.com

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O VERDADEIRO MESSIAS

João 1.41 “Ele achou primeiro o seu próprio irmão, Simão, a quem disse: Achamos o Messias (que quer dizer Cristo)”. João 4.25 “E”u sei, respondeu a mulher, que há de vir o Messias, chamado Cristo; quando ele vier, nos anunciará todas as coisas”.

Messias – Forma grega de “Messiah”; um nome de Cristo, Christos; Cristo era o Messias, o Filho de Deus; de origem hebraica Messias = “ungido”.

Segundo o ensino do teosofismo, existiram três raças tronco (principais) na história da humanidade. E cada raça tem a sua sub-raça, e era atual esta vivendo a quinta sub-raça. Segundo o ensino teosófico, ao iniciar cada sub-raça surge um cristo, em outras palavras dizem eles “o supremo mestre” encarna em alguém.

Segundo o este ensino, o mundo já teve cinco sub-raça, portanto também já existiu cinco messias, que são:

1º BUDA na Índia: primeira sub-raça.
2º HERMES no Egito: segunda sub-raça.
3º ZOROASTRO na Pérsia: terceira sub-raça.
4º ORFEU no Egito: quarta sub-raça.
5º JESUS na Palestina: quinta sub-raça.

Segundo o ensino teosófico o mundo está vivendo a sexta sub-raça no novo milênio, isto é, estamos entrando numa “Nova Era”, que segundo o teosofismo é a “Era de Aquários”.

E isto significa que teremos mais um “cristo”, e este será mais poderoso que Jesus, e já é chamado de San German ou Lord Maitreya.

Quando falamos do religioso, estamos tratando do espiritual do invisível. Portanto, devemos levar a sério aquilo que falamos ou escrevemos. Quando criamos uma teoria ela deve ter critérios concretos e absolutos para darmos créditos mesmo no espiritual. Se não temos bases concretas são apenas filosofias. Portanto, para termos um ensino correto e verdadeiro, nada melhor do que usarmos a Bíblia Sagrada que é a Palavra do Criador.

O Teosofismo ensina que já houve cinco messias, e virá mais um nesta NOVA ERA. Porém, nós evangélicos ensinamos com base nas Escrituras Sagrada que houve apenas um “Jesus o Cristo”. O próprio Jesus quando esteve neste mundo falou dos falsos cristos dizendo: “Todos quantos vieram antes de Mim são ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os ouvirão” (Jo 10.8).

Aqui Jesus se refere a todos os cristos que O antecederam e os chama de ladrões e salteadores, ou seja, de falso cristo. Mas o que Jesus diz com respeito ao novo messias que está sendo esperado por alguns nos dias de hoje:

“Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais, mas se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” (Jo 5.43). Jesus explica para os judeus que Ele veio em nome do Pai, a primeira pessoa da Trindade, o Deus Jeová, mas os judeus não o receberam e o crucificaram. E na parte b deste versículo Jesus diz: “Se outro vier em seu próprio nome a esses aceitaríeis”.

“...mas outro” Jesus se refere ao cristo da Nova Era. Como saberemos quem é o verdadeiro Cristo? Precisamos dados concretos para provar quem é realmente o verdadeiro Messias. E para isso precisamos fazer uma série de estudos no livro Santo deixados por Deus.

Mt 16.13-17 E de chegando Jesus as partes Cesaréia de Felipo, interrogou os seus discípulos dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do Homem? 14 E eles disseram: Uns João Batista, outros Elias, e outros Jeremias ou um dos profetas. 15 Disse-lhes Jesus: E vós quem dizeis que Eu sou? 16 E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo o Filho do Deus vivo. 17 E Jesus respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque tu não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai que está nos céus.

Jesus em uma conversa com Seus discípulos perguntou-lhes: “E vós quem dizeis que Eu sou? E Pedro respondeu dizendo: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.
O povo ainda não conheça Jesus, e quem não conhece certamente terá dúvida se realmente Ele é o verdadeiro Messias ou não. Mas a Bíblia afirma que Jesus o filho de José e Maria é o Único Messias, é Deus e Criador de todas as coisas:

João 3.16 “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Lucas 4.41 “Também de muitos saíam demônios, gritando e dizendo: Tu és o Filho de Deus! Ele, porém, os repreendia para que não falassem, pois sabiam ser ele o Cristo”.

Mt 3.16-17 “Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo”.

Pr. Elias Ribas
pr.eliasribas2013@gmail.com

domingo, 22 de dezembro de 2013

A VERDADEIRA PAZ


Is 9.6 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”.

O mundo atual caminha em busca de paz; muitos procuram a paz na religião, no budismo, espiritismo, Ioga, idolatria, cartomante, magia nos obuses etc. Mas não encontram.  Agora eu lhes faço uma pergunta: ONDE ENCONTRAR A PAZ?

I. O QUE É PAZ


A palavra paz no hebraico Shalon que significa: harmonia, plenitude, firmeza, bem estar, êxito em todas as áreas. No dicionário Aurélio significa: Tranqüilidade, sossego, descanso da lama.

II. DE ONDE VEM A PAZ


Quando o homem pecou no jardim do Éden desobedecendo a Deus, ele perdeu a paz de espírito. Mas Deus pelo Seu infinito amor providenciou um meio para trazer a paz aos homens.
Em Lc 2.11-14 Os anjos disseram aos pastores: “Glória Deus nas alturas e paz na terra entre os homens a quem ele quer bem”.
A pessoa e a obra redentora de Cristo neste mundo significa uma maior glorificação nos céus, e paz divina para os habitantes da terra.

III. ONDE ENCONTAR A PAZ


1. Em Jesus: Jo 16.33 Jesus diz: “Estas coisas vos escrevo dito para que tenhais paz em mim. No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”. Jo 14.27 Jesus diz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o á dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

A verdadeira paz, só encontramos em Jesus. A partida de Jesus para o Pai não marca a derrota, mas a vitória. O Espírito Santo continuará comunicando a paz e a segurança de Cristo em nossas vidas, pois Ele é a terceira pessoas da trindade, é o pacificador e o Consolador de Pai para as nossas vidas.

Jamais o homem vai encontrar a paz se não entregar a sua vida a Jesus Cristo. Sem Jesus não existe paz. Paulo aos Rm 5.1 diz: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”.

2. No evangelho de Jesus: At 10.36 “Esta é a palavra que Deus enviou aos filhos de Israel, anunciando-lhes o evangelho da paz, por meio de Jesus Cristo. Este é o Senhor de todos”.
Evangelho quer dizer: “Boas Novas de Salvação”.
Sem o conhecimento deste evangelho não encontraremos a paz de Cristo.

3. Pelo Sangue de Jesus Cristo: Cl 1.20 Paulo diz: “E havendo feito a Paz pelo seu sangue da cruz, por meio dele, reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, quer sobre a terra, quer nos céus”.

Através do sangue de Cristo derramado na cruz do Calvário, somos redimidos de todas as nossas transgressões e culpas. Somente quando aceitamos o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário, encontraremos o perdão de Deus e através do perdão receberemos a paz.

O homem só estará livre da culpa e condenação e encontrará perdão e paz no seu interior, quando aceitar e crer no sacrifício de Jesus na cruz para remissão dos pecados.

Ef 2.13-15 Paulo diz: “Mas, agora, em Cristo Jesus, vós que antes estáveis longes, foste aproximado pelo sangue de Cristo. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse, em si um novo homem, fazendo a paz”.

IV. O QUE FAZ PAZ


1. Excede todo o entendimento: Fl 4.6-7 Paulo diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém sejam conhecidas, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”.

Neste ponto Paulo era um verdadeiro exemplo. Mesmo enfrentado a morte de um mártir
(Fl 1.20), ele não estava preocupado.

A paz divina no coração implica:
Desaparecimento de ansiedade, v.6.
Florescimento de ações de graça, v.7.
Santificação do pensamento, v.8.
Contentamento real em todas as circunstâncias, v.11-12.
Plena confiança no poder de Deus, v.13.

V. PAZ DEVE SER BUSCADA


Rm 8.6 “Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz”.

Depois da morte e ressurreição de Cristo só existem duas esferas: a “carne” e o “Espírito”. A carne não se refere á substância física, mas a “aquilo a que estamos sujeitos” (7.6).

É a esfera onde o poder do pecado e do diabo controlam, onde as obras da carne são praticadas. É impossível o homem morar nos dois lugares ao mesmo tempo. E ele tem o livre arbítrio para escolher o caminho.

Um caminho de morte e um caminho de paz. 1ª Pe 3.11 diz: “Aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcança-la”.

Existem três tipos de paz: Paz de Deus com o homem; paz do homem com Deus; e Paz entre os homens.

VI. A PAZ DEVE FAZER PARTE DA VIDA DO CRISTÃO

Mc 9.50 “Bom é o sal, mas se o sal vier a tornar-se insípido, como lhe restaurar o sabor? Tende sal em vós mesmo e a paz uns com os outros”.

O sal é essencial á vida nesses tempos, sendo o único meio de preservar os alimentos, tais como a carne, peixe etc. Jesus compara um cristão sem sal a um alimento, que não tem sabor.

VII. A PAZ É UM FRUTO DO ESPÍRITO. Gl 5.22.

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”.

VIII. SEM ESSA PAZ JAMAIS O HOMEM VERÁ A DEUS


Hb 12.14 “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”.
É um imperativo de Deus a vida cristã.

Sempre viver em paz com o próximo (Mt 5.8, 24).

O homem que ainda não encontrou Jesus, não entregou sua vida a Ele ainda não conhece essa paz verdadeira. Se o homem sente um vazio dentro dele, angustia tristeza, amargura, ilusões; esses são os reflexos negativos de uma vida sem Deus. Mas Jesus faz um convite a aceitar essa paz. Em Mt 11.28 Ele diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobre carregados, (oprimidos) e eu vos aliviarei”.

O convite é para todos sem distinção. É para os cansados os doentes os aflitos os tribulados os que ainda não encontraram a paz e nunca sentiram essa paz verdadeira de Jesus.

Pr. Elias Ribas

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

CRISTO DE GÊNESIS A APOCALIPSE

Gêneses - Descendente da mulher

Êxodo - Nosso Cordeiro Pascal

Levítico - Nosso Sacrifício pelo pecado

Números - Aquele que foi levantado para a nossa cura e redenção

Deuteronômio - Verdadeiro Profeta

Josué - Capitão da Salvação

Juízes - Juiz e Libertador

Rute - Nosso Parente Resgatador

Samuel, Reis e Cronicas - Nosso Rei

Esdras e Neemias - Nosso Restaurador

Ester - Nosso Advogado

Jó - Nosso Redentor que vive

Salmos - Nosso Socorro e Alegria

Provérbios - Sabedoria de Deus

Eclesiaste - O Alvo Verdadeiro

Cantares de Salomão - O Amado da nossa alma

Isaías - O Messias que há de vir

Jeremias e Lamentações - O Renovo da Justiça

Ezequiel - O Filho do homem

Daniel - A Pedra que esmiúça

Oséias - Aquele que orienta o desviado

Joel - O Restaurador

Amós - Divino Lavrador

Obadias - O nosso salvador

Jonas - A nossa Ressurreição e Vida

Miquéias - A Testemunha contra as nações rebeldes

Naum - A Fortaleza no dia da angústia

Habacuque - O Deus da nossa salvação

Sofonias - O Senhor Zeloso

Ageu - O Desejado de todas as nações

Zacarias - O Renovo da Justiça

Malaquias - O Sol da Justiça

Mateus - O Messias Prometido

Marco - O Servo de Deus

Lucas - O Filho do Homem

João - O Filho de Deus

Atos - O Senhor Redivivo

Romanos - O Senhor Nossa Justiça

1 Corintios - O Senhor Nosso

2 Corintios - A nossa Suficiência

Gálatas - O nosso Libertador do jugo da lei

Efésios - O nosso Tudo em todos

Filipenses - A nossa Alegria

Colosenses - A nossa Vida

1 Tessalonicenses - Aquele que há de vir

2 Tessalonicenses - O Senhor que vai voltar

1 Timóteo - O nosso Mestre

2 Timóteo - O nosso Exemplo

Tito - O nosso Modelo

Filemon - O nosso Senhor e Mestre

Hebreus - O nosso Intercessor junto ao trono de Deus

Tiago - O nosso Modelo singular

1 Pedro - A Preciosa Pedra Angular da nossa fé

2 Pedro - A nossa Força

1 João - A nossa Vida

2 João - A nossa Verdade

2 João - O nosso Caminho

Judas - O nosso Protetor

Apocalipse - O nosso Rei Triunfante



O NOME DE JESUS


Na Bíblia hebraica a ortografia é usada uma vez em relação a Josué (Yehoshua), filho de Nun, mas é comumente utilizado em relação a Josué, o sacerdote no tempo de Esdras. O nome é Também, considerado por muitos ser o nome hebraico ou aramaico de “Jesus”. Neste sentido o nome é usado principalmente pelos cristãos em Israel, e na tradução hebraica do Novo Testamento, como uma alternativa para a ortografia Yeshu ha Notzri utilizada pelos rabinos. Em outros países Yeshua é usado principalmente pelos judeu-messiânicos.

O nome Jesus vem do hebraico (Yehoshua) = “Josué”, que significa “Iavé é salvação”.

Josué era chamado de Oshea ben Num “Oséias, filho de Num” (Números.13.8). Moisés mudou seu nome para Yehoshua bem Num (Nm 13.16).

A Septuaginta (tradução grega do VT) usou o nome Iesus para Yehoshua; Portanto Iesus é a forma grega do nome Yehoshua.

Depois do cativeiro de Babilônia, o nome Yehoshua era conhecido por Yeshua. Em Neemias 8.17 Josué era chamado Yeshua ben Num.

Yeshua é o nome hebraico para Jesus, até hoje em Israel. Isso pode ser comprovado em qualquer exemplar do Novo Testamento hebraico.

É verdade que nome não se traduz, mas se translitera conforme a índole de cada língua.

O nome hebraico Yeshua (ישוע/ יֵשׁוּעַ) é uma forma alternativa de Yehoshua, Josué, e é o nome completo de Jesus (transliterado ao grego Yeshua fica: Ιησου'α, “Iesua”/”Ieshua” [também Ιησου'ς, “Iesu”/ “Ieshu”/ “Iesus”]; Yehoshua [יהושוע/ יְהוֹשֻׁעַ‎] fica: Γεχοσούαχ).

Nestes últimos dias, alguns heréticos tem ensinado que o nome Jesus em hebraico significa “CABEÇA DE CAVALO” ou “DEUS-CAVALO” (hebraico Ye = Deus e Sus = cavalo. Assim, o significado do nome Jesus em hebraico seria: “Deus é cavalo” ou simplesmente “Deus Cavalo”, referência a uma divindade pagã.

Porém o nome hebraico Yeshua (ישוע/ יֵשׁוּעַ), escreve com a letra SHI ש, e Iesus é uma palavra grega e na separação silábica é Ie-sus. Então SUS está no grego e não no hebraico. Mas no grego sus é escrito com a letra sigma ou Σ (minúscula inicial ou medial σ, minúscula final ς) é a décima oitava letra do alfabeto grego e que corresponde, no alfabeto ocidental, ao S. Entretanto estas pessoas vão buscar a sua etimologia na língua hebraica e por isso acabam chegando à conclusão que significa “DEUS CAVALO”.


Mas estes heréticos usam SUS no hebraico que significa CAVALO, porém SUS é escrito com a letra S no português e SAMEK no hebraico. Portanto existe uma grande diferença na escrita entre as duas palavras: DEUS-CAVALO (hebraico Ye = Deus e Sus = cavalo) e Jesus o nome hebraico Yeshua escrito com a letra chi [ש] e não SAMEK [ס].


Pr. Elias Ribas